Ciclo Político: Outubro – Novembro – Dezembro

Cultural
Escrito por Cultural a
Ciclo Político: Outubro – Novembro – Dezembro

O Clube de Cinema da Cultura Iepiana está a organizar o primeiro ciclo de cinema! Este primeiro ciclo terá como foco central a política, nomeadamente a análise de eventos históricos, fenómenos sociológicos e sociais do séc. XX, não fosse o nosso curso de Ciência Política e Relações Internacionais… escolham somente 1 dos 5 filmes apresentados. Os 5 filmes a votação são os seguintes:

O exército das sombras / L’armée des ombres – Jean-Pierre Melville (1969)

Considerado pela crítica como um dos melhores filmes de Jean-Pierre Melville, a par, talvez, de O Samurai, para além de ser considerado um dos melhores filmes da Nouvelle Vague. O filme conta a história de membros da Resistência Francesa na França de Vichy nos anos quentes da II Guerra Mundial. Suspense levado ao máximo!

Zelig – Woody Allen (1983)

Zelig, um mockumentary extremamente underrated do cineasta norte-americano, faz uma análise caricata de um indivíduo que tem a capacidade de transformar a sua aparência na das pessoas com quem fala. Fisicamente e psicologicamente incapacitado de não se conformar e de não mudar de opinião consoante o ambiente onde se encontra, Zelig, o camaleão humano, vive uma vida miserável… Talvez uma crítica mordaz ao homo politicus?

O charme discreto da burguesia / Le charme discret de la bourgeoisie – Luis Buñuel (1972)

Luis Buñuel, um dos realizadores mais aclamados pela crítica e pelo público do seu tempo, frequentador das tertúlias parisienses dos anos 20 em Paris, onde convive com personalidades artísticas como Salvador Dalí, Amedeo Modigliano, Pablo Picasso, Ernest Hemingway ou Gertrude Stein. Neste clássico de 1972, Buñuel faz uma crítica contundente à alta burguesia, expondo as crueldades, os vícios e a hipocrisia que se escondem por trás das aparências. Um filme que ainda hoje está envolto em controvérsia, não fosse ele surrealista e de Buñuel.

A hora mais negra / The darkest hour – Joe Wright (2017)

Após a demissão de Neville Chamberlain e do fracasso do appeasement, aparece Winston Churchill para guiar o Gabinete de Guerra, o Reino Unido e os Aliados numa guerra que se estenderia por mais cinco anos após a sua entrada no cargo. Brilhantemente interpretado por Gary Oldman, Winston Churchill aparece-nos como um homem capaz de lidar contra as adversidades da II Guerra Mundial, fazendo uso das suas habilidades políticas, conhecimento bélico e energia inesgotável.

Manobras na Casa Branca / Wag the Dog – Barry Levinson (1997)

O presidente dos Estados Unidos vê-se envolvido num escândalo sexual a poucas semanas das eleições…eis que entram Conrad Brean e Winifed Ames, homens do Presidente que criam uma guerra fictícia na Albânia, canalizando a atenção da população norte-americana e dos media nos dramas de um soldado americano e de uma orfã vítima do conflito sangrento que assola a sua terra. O mais curioso foi o facto do filme ter saido pouco menos de um mês antes do escândalo Lewinsky!

Vota!

Podes votar através deste formulário!

Cultural

Cultural

Departamento Cultural da AAIEP.